Minha trajetória acadêmica

livros-sartori

 

Aproveitando o início de um novo semestre letivo e a acolhida de meus novos alunos e companheiros neste site, gostaria de compartilhar um pouco de minha trajetória acadêmica.

Ao longo da minha carreira eu produzi inúmeros trabalhos acadêmicos, colaborei em muitos projetos de importância ambiental, orientei vários formandos e continuo a trabalhar e pesquisar e dessa forma contribuir para um melhor saneamento e meio ambiente. Ao revisitar minha trajetória pude ver que algumas das minhas produções influenciaram muitos outros trabalhos e continuam a ser relevante nos dias atuais. O começo da minha vida profissional começou com a minha graduação em Engenharia Civil, pela Universidade Federal de Minas Gerais, em 1984. Logo em seguida procurei me especializar em Engenharia de Segurança do Trabalho, na Universidade FUMEC.

Em 1995 completei o Mestrado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela UFMG, que enriqueceu e influenciou fortemente meu trabalho. Produzi minha dissertação intitulada “Discussão sobre a caracterização física dos resíduos sólidos domiciliares”, com a brilhante orientação do Professor Raphael Tobias de Vasconcelos Barros. Nesse período me aprofundei bastante no estudo de captação, tratamento e distribuição de água, limpeza urbana, esgoto e atividades conexas.

Com a intenção de aprofundar ainda mais nas questões ambientais, concluí meu Doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Universidade de São Paulo. Lá estudei resíduos sólidos, compostagem de resíduos e vermicompostagem de resíduos sólidos. Minha tese tem o título “Análise de substratos e parâmetros de controle para vermicompostagem da fração orgânica dos resíduos sólidos”, e contou com a orientação do Professor Doutor Valdir Schalh.

Comecei a atuar como professor em 1990 na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, onde ainda leciono; depois no Instituto de Educação Continuada na PUC e em 2000 passei a fazer parte do corpo docente da Universidade FUMEC.  Criei e lecionei dezenas de disciplinas que considero fundamentais como “Gestão Sanitária das Águas”, “Tratamento de esgotos sanitários”, “Ciências do Ambiente”, “Engenharia Ambiental Hidráulica” e “Manejo de resíduos sólidos”. Trabalhei também para outros órgãos, coordenando e pesquisando, como na Superintendência de Limpeza Urbana de Belo Horizonte, onde atuei como conselheiro; e na Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), onde atuei como diretor durante dois anos.

Na universidade trabalho com linhas de pesquisa, como a “Identificação de procedimentos para gerenciamento de resíduos Classe D segundo a Resolução CONAMA 307”, que também contou com os integrantes Mila Sampaio e Paula Rabello. O principal resultado da pesquisa foi a elaboração de um primeiro cadastro de itens usados na construção civil, passíveis de, indevidamente descartados, gerar resíduos perigosos. O conjunto das informações foi levantado e organizado, utilizando-se o Microsoft Office Access, a fim de originar uma publicação para consulta rápida em canteiros de obras, a partir do nome comercial do produto. Depois da análise das informações levantadas das FISPQs de 100 diferentes itens utilizados nas obras de construção, as informações foram complementadas, pela consulta de novas fontes. O material assim finalmente organizado no banco de dados, foi arranjado em relatórios, em especial um relatório intitulado “Saúde humana”, e um outro intitulado “Processos ambientais”.

Outra pesquisa, realizada em 2007, foi a “Saneamento e Cidadania: Série de Cartilhas para a Educação Sanitária e Ambiental de pequenas comunidades”. Esta proposta teve como objeto de sua atenção, o projeto e a confecção de uma série de cartilhas sobre temas específicos do saneamento ambiental, para utilização em campanhas de educação sanitária de comunidades peri-urbanas, dispersas ou rurais, como material de apoio e discussão em atividades presenciais e coletivas. O material foi preparado, aplicado e aferido para a comunidade de Santana do Morro, composta por 139 habitantes, beneficiários diretos e indiretos da iniciativa.

Minha produção acadêmica ainda inclui artigos publicados. Entre eles está o “Unidade experimental de tratamento de esgotos por ecossistemas construídos” de coautoria de Barreto; o “Descrição do comportamento de populações de minhocas como indicador da qualidade de vermicompostagem de resíduos sólidos orgânicos”; e “Tecnologias apropriadas para manejo de resíduos da criação de frangos”; entre outros.

Além disso, como exposto no meu site, tive a oportunidade de publicar textos em revistas e jornais, ter meus trabalhos publicados em anais de congressos, participei de dezenas de bancas de graduação e mestrado, e orientei alunos que vieram a ser profissionais de destaque em seu campo. É com orgulho e alegria que continuo a produzir e orientar trabalhos acadêmicos, pois a produção do conhecimento é que dá base para o desenvolvimento de um mundo melhor.

Hiram Sartori

Hiram Sartori é Doutor em Engenharia Civil, área de Hidráulica e Saneamento, e ênfase em Resíduos Sólidos, pelo Departamento de Hidráulica e Saneamento da USP(1998), Mestre em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela Universidade Federal de Minas Gerais (1995), Graduado em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia da UFMG (1984). Tem experiência em Engenharia Civil, atuando com ênfase em Saneamento e Meio Ambiente, principalmente nas áreas de gestão e gerenciamento de resíduos sólidos, capacitação e treinamento em gerenciamento de resíduos sólidos, administração universitária.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: