O uso da vermicompostagem no processamento de resíduos sólidos

Para aprimorar técnicas de tratamento de lixo, o Doutor em Resíduos Sólidos, Hiram Sartori, publicou, em 2008, na Revista AIDIS, da Associação Interamericana de Engenharia Sanitária e Ambiental, um artigo sobre sua experiência com Vermicompostagem. No seu experimento, Sartori pesquisou e conduziu procedimentos da vermiconversão de matérias orgânicas previamente selecionadas, que foram misturados e compostados em pilhas de reviramento manual. O material, então, foi utilizado como matéria-prima das operações.

O objetivo do trabalho experimental foi a escolha de matérias-primas e parâmetros de controle que possibilitem o aprimoramento da técnica de vermicompostagem, e sua apropriação para tratamento de resíduos sólidos. O Engenheiro chama atenção para a diferença entre os campos de aplicação da minhocultura e a vermicompostagem: O trabalho foca neste último, que tem uma ênfase no processamento de materiais orgânicos e consumo de resíduos enquanto a vermicultura diz respeito às minhocas e à produção de coprólito.

A vermicompostagem é um processo de dois estágios: primeiro o resíduo é compostado para facilitar a redução dos patógenos, e em seguida é submetido à ação das minhocas. A compostagem se deve apenas pela necessidade de se abaixar a temperatura da matéria orgânica putrescível, até que esta atinja níveis compatíveis com aqueles exigidos ela minhoca. Segundo o artigo, a vermicompostagem é, então, um processo de transformação biológica de matéria orgânica acelerado pelo emprego das minhocas.

A investigação proposta por Sartori foi conduzida a partir da aplicação do processo em canteiros idênticos, preenchidos com diferentes substratos. Este material foi resultado de uma mistura, em diferentes proporções, entre fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos, composto orgânico de resíduos urbanos, serragem, palhada e esterco de gado bovino. Os materiais foram analisados de acordo com suas características granulométricas, nutricionais e microbiológicas, antes e depois de serem submetidos ao processo de vermicompostagem.

Os resultados do experimento revelaram que a população de minhocas de cada canteiro encontrava-se, durante sua colheita, em um instante bem específico do ciclo reprodutivo, melhor ou pior adaptada ao substrato ao qual foi aplicada. Isso se deve aos elevados coeficientes de variação associados aos valores de casulos verdes e o percentual de indivíduos adultos, que representam dois extremos do ciclo evolutivo destes organismos.

A conclusão é que a relação entre indivíduos jovens e indivíduos adultos se deve a interferência do pH, pois quanto maior o seu valor, maior a quantidade de indivíduos jovens em relação aos indivíduos adultos. Portanto a vermicompostagem deve ser administrada pela interpretação dos valores destes parâmetros de controle: determinações de pH e distribuição de minhocas por faixa etárias.

 

Hiram Sartori

Hiram Sartori é Doutor em Engenharia Civil, área de Hidráulica e Saneamento, e ênfase em Resíduos Sólidos, pelo Departamento de Hidráulica e Saneamento da USP(1998), Mestre em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela Universidade Federal de Minas Gerais (1995), Graduado em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia da UFMG (1984). Tem experiência em Engenharia Civil, atuando com ênfase em Saneamento e Meio Ambiente, principalmente nas áreas de gestão e gerenciamento de resíduos sólidos, capacitação e treinamento em gerenciamento de resíduos sólidos, administração universitária.

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. PARABÉNS POR PROMOVER A CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA E A SUSTENTABILIDADE.
    Para quem tiver o interesse em fazer compostagem doméstica ou vermicompostagem ou até criar minhocas; você encontra as composteiras e as minhocas vermelhas da califórnia (ou até mesmo as caixas plásticas avulsas) no site CaixasPlasticasCuritiba. Tem diversos tamanhos. Tem também links para vídeos orientativos de como usar a composteira.
    Buscar pela palavra chave: COMPOSTEIRA ou MINHOCÁRIO
    Link: Composteiras

  2. Hiram Sartori disse:

    Agradeço a colaboração. Estas caixas são realmente necessárias para um bom trabalho em casa. Um abraço,
    Hiram

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: